Círculos de Partilha em Council

Os círculos em council são encontros onde se partilham histórias pessoais marcantes que trazem aprendizagens significativas, para todos.

Estar em círculo, em council, é uma prática milenar onde experiências pessoais são partilhadas e escutadas pelo coração, gerando uma sabedoria coletiva única e especial. Os temas são colocados no centro do círculo e é feito um convite à partilha de histórias pessoais, na "1ª pessoa", fazendo circular um objeto falante, como simbolo do respeito da voz de cada pessoa, ligado a um centro comum.

Os princípios do Way of Council têm por base a escuta e a expressão pelo coração (sem interromper a pessoa que tem o objeto falante), a espontaneidade, a síntese, o benefício do "eu, do outro e do bem maior", havendo confidencialidade em todo a cerimónia de partilha. 

Nestes encontros desenvolvemos as nossas qualidades de escuta, comunicação autêntica, respeito, aceitação e colaboração. Qualidades humanas essenciais tão importantes na educação e que começam em cada de um nós.

Esta prática é inserida em inúmeros contextos e foi introduzida nas escolas nos Estados Unidos da América, no século passado, tendo sido expandida para a Europa e por todo o mundo. Em Portugal, a Associação Florescer é já uma referência nesta área, tendo parceria com um dos percursores a nível mundial, Joe Provisor - CircleWays. A área de Council in Schools tem sido integrada pela Florescer em escolas públicas portuguesas com o Projeto Aprender em Círculo, no Centro de Educação Global da Florescer e em formações acreditadas para professores: "Práticas Colaborativas de Aprendizagem - do castigo à reflexão, do conflito ao consenso, da competição à colaboração" e "Aprendizagem em Círculo". 

 

Referência: Jack Zimmerman e Virginia Coyle, The Way of Council.